A beleza está na simplicidade

Poucos carros exalam tanta paixão quanto as Ferraris. Cada um dos modelos têm sua beleza, sua peculiaridade e sua particularidade.

Algumas são fortes, imponentes e chamativas outras são simples e sublimes.

O segundo exemplo se aplica perfeitamente a 512 BBi.

ferrari 512 bbi

O motor boxer, o baixo centro de gravidade, o vidro muito inclinado e o interior simples dão um toque de leveza que faz este supercarro ser único.

 

De Ferrari  à carros populares, todos precisam de uma roda ladrox.

Quando os carros eram feitos para homens

Você passou pelo nosso Salão?

Que tal deixar sua impressão sobre as nossas máquinas?

Agora você pode por meio de nossa área de depoimentos.

 

Abaixo está o meu depoimento sobre minha primeira experiência dirigindo um Super Carro:

 

Havia uma época que os carros eram feitos para se andar, sentir e se divertir.
Uma época em que não havia tantas assistências eletrônicas, controles de tração, perseguição pela economia. Esta época gerou e criou a geração de gearheads de hoje em dia.

Havia carros que tinham praticamente vontade própria, você não simplesmente sentava dentro de eles e ir do ponto A ao ponto B, mas sim aproveitava a viagem a ponto de ficar ansioso pela volta.

Um exemplo disso é a Ferrari F355 F1 Spider, nome imponente hein?

 

 

A Ferrari é uma marca que sempre soube dotar os seus carros de alma própria, não é uma alma propriamente pacifica, mas ainda assim é uma alma.

E esta em especial é um sonho sobre rodas, ela é emblemática, ela representa tudo que a marca de Maranello pode fazer de melhor. Alguns irão me dizer que existem Ferraris de maior desemprenho e eu vou concordar, mas não é sobre isso meu amigo, é sobre sensações, é sobre sair com ela na rua e ver cada queixo que você passa caindo a distancias inimagináveis, é ter que ter cuidado para não acelerar muito perto dos pedestres sobre pena de deixa-los surdos.
Este é um carro que não quer ficar parado, ele quer andar rápido, quer sentir o vento. Vou lhe dizer, ele te diz isso de maneira muito clara, não é como outros superesportivos que imploram pra você acelerar, este manda você acelerar, como? Cada vez que você para ou diminui, ele te manda uma baforada de calor do motor no pescoço. Isso é ruim? Não, é prazeroso como poucas coisas na vida.

Andar nela é mostrar para o mundo que você está pouco se lixando para ele e que você só se importa com a sua felicidade, ela quase não é um carro, é mais uma máquina de fazer sorrisos.

Ah e tem o ronco, nossa que ronco!
Cada cavalo parece querer saltar do carro e sair correndo pelo campo a fora.
Eu definitivamente estou perdidamente apaixonado por este carro.

 

O prazer em admirar belas máquinas é tão antigo quanto o hobby de cuidar dos carros. Aproveite a seleção de ferramentas e acessórios do Completão para equipar  com o que há de melhor no mundo automotivo.

Um peixe fora da água

Certas pessoas não nasceram para fazer certas coisas.

Este é um dos maiores exemplos que você vai ver na sua vida.

Este é o senhor James May, apresentador do Top Gear UK, um programa automotivo vinculado pela rede britânica BBC.

james may

A Bugatti resolveu convidar o Top Gear para testar o novo Veyron na Ehra-Lassien, sua pista de testes particular, e o Top Gear resolveu mandar James May para testar.

Só há grande problema nisso tudo, James é popularmente conhecido como Captain Slow, veja bem, CAPTAIN SLOW.

Veja o resultado desta epopeia abaixo:

Quando James May terminou seu teste, ele havia se tornado o homem mais rápido a dirigir um carro de produção. Logo após a Bugatti, soltou seu piloto de testes na pista, afinal o Capitão Lento não pode ser o homem mais rápido do mundo.

Perto de sua velocidade máxima, os pneus do Veyron duram em torno de 15 minutos, mas veja bem, isso não é um problema, o combustível dura apenas 12 minutos.

Estando a 406km/h você percorre a distância de um campo de futebol a CADA SEGUNDO!

Superlativos são a tônica do Veyron.

 

Se tratando de velocidade, se a sua super máquina não tiver equipamento de segurança, ela não serve de nada.

O carro certo no lugar “errado”

O Nissan GT-R é um dos carros mais sensacionais do mundo na minha opinião, um sedã relativamente confortável, com espaço para bagagem e para as pernas.

gtr lago baikal

Essa é a descrição de uma sedã familiar mas, debaixo do capô os japoneses como eu gosto deles aprisionaram um filhote do Godzilla enfezado. Sua aceleração é cruel, sua velocidade máxima é estupenda.

Tendo um deles, é extremamente natural que você pelo menos um dia, queira testar sua velocidade máxima.

Mas os russos têm a sua maneira de testar as coisas, que tal levar ele para um lago congelado?

 

O lugar que eles testaram é o lago Baikal o maior lago de água doce da Ásia, maior em volume de água do mundo, mais antigo e mais profundo da terra.

 

Usar o pneu certo é fundamental para aproveitar ao máximo a potência dessa máquina sedenta por aventuras. A maior seleção de pneus automotivos está no Completão.

Eu uso um Porsche no dia-a-dia

Muitas pessoas podem se orgulhar deste fato, afinal a maioria dos Porsche’s podem se orgulhar de serem esportivos de primeira linha e ainda serão minimamente práticos para se usar.

Mas os japoneses eles de novo têm sempre que serem um pouco diferentes do resto do mundo, pra esse japonês abaixo não basta ter um 911 ou Panamera, ele têm que ter um 962 do grupo C.

Porsche962c

Esse monstro das pistas dos anos 80 venceu inúmeras corridas do grupo C na Le Mans Series e convenhamos, não é nem um pouco pratico, mas qual o problema de você fazer 15 viagens pra fazer o rancho se você pode ouvir o ronco deste monstro em cada uma delas.

Sinta a beleza e a emoção desta maravilha:

MotorHEAD モーターヘッド // Racing In The street : Group C Porsche 962 from Maiham-Media.com on Vimeo.

 

Se você não pode ter uma Porsche como esta, que tal quebrar o galho com a linha de supercarros em miniaturas que o Completão preparou para você?  http://goo.gl/bREhy

 

Assim nasce um Formula Um

A Marussia não é exatamente o que podemos chamar de equipe de ponta, mas a F1 é uma categoria de ponta, então só de estar lá, ela está a alguns quilômetros a frente de outras equipes de categorias menores.

130205FVEF3740-Large

Cada vez que você olha para um Formula 1 você vê o quão avançado é o seu projeto, ele é o suprassumo da forma em razão da função. O vídeo abaixo mostra o quão complexo e ao mesmo tempo quão artesanal é a montagem de um desses carros.

Tudo é muito calmo e muito limpo.

Se você têm obsessão por organização, este é o seu mundo:

 

 

Não seja ultrapassado pelos outros carros. Equipe a sua garagem com a melhor seleção de ferramentas automotivas.

 

 

Todas as Ferrari’s devem ser vermelhas

Pelo menos é o que a Ferrari pensou quando produziu a F40, todas elas saíram de fábrica na cor vermelha.

A Ferrari que puxou os limites de velocidade para cima, o primeiro carro de produção em “série” a ultrapassar a barreira de 200 mph.

Mas para nossos queridos japoneses, ela não era perfeita.

Lhes apresento a F40 Liberty.

IMG_03401

 

 

Uma F40 melhorada, novo spoiler, suspensão a ar, rodas exclusivas, freios e parachoques.

Tudo isso acompanhado de um V8 de 2.9 litros com 478cv.

Essa obra prima da XCAR.

 

O branco é a cor do luto no Japão, mas eu não ficaria nem um pouco triste de ter uma destas.

O Playboy e o Rato

James Hunt foi o maior bon vivant da F1, suas declarações eram célebres e seu comportamento mais ainda.

No início da carreia tinha um mau hábito, o de bater em muros, mas depois de 1976, ninguém mais se lembrava disso.

As imagens falam por si.

 

Já Niki Lauda ou como era conhecido, o Rato, era um compenetrado.

Estudioso de circuitos e carros. Seu apelido fique bem claro, não tem nada relacionado com seu acidente, o mesmo já o tinha antes do fatídico dia.

Um acidente terrível em Nürburgring, o temido inferno verde, no qual Lauda ficou preso dentro do seu carro em chamas por vários minutos, lhe causou diversas queimaduras.

O lógico é que Lauda ficasse de fora do resto da temporada de 1976, mas após duas corridas, o Rato estava de volta. Não foi campeão em 76, mas já foi campeão novamente no ano seguinte.

 

Agora Hollywood resolveu homenagear estes dois, com um filme que promete ser incrível.

O mesmo contará exatamente os anos finais da década de 70.

Abaixo o trailer acachapante.

 

 

 

 

A mesma história se repete

Um cara cheio da grana olha para o carro mais avançado do momento e encontra algumas falhas no projeto como se isso fosse possível e resolve fazer mais por menos.

Esta podia ser muito bem um resumo da história da Lamborghini, mas não é, está é a história do caipira texano John Hennessey e a sua marca de supercarros estupidamente rápidos homônima.

Esta marca detém o título do carro de produção mais rápido do mundo com incríveis 427,6km/h!

Você pode dizer que o Veyron Super Sport já bateu nos 431 km/h, mas o Veyron SS vendido às pessoas “comuns” é limitado eletronicamente a 415 km/h.

Assista abaixo ao vídeo que comprova o feito.

 

 

Sim, eles são americanos.

Sim, aquilo são milhas.

E não, está não é a velocidade máxima, a pista que acabou mesmo.

 

PS: Quem vos escreve aqui é Tadeu Aguiar, vou atualizar o blog com curiosidades, vídeos e textos.

Sintam-se a vontade para dar sugestões, fazer pedidos ou mostrar suas opiniões.

E já lhes adianto alguma coisa nessa fórmula Davi x Golias me chama atenção, ainda mais acompanhada pela fórmula “menor carro possível x maior motor que couber”.

 

CASAMENTO DOS SONHOS SUPER CARROS!