16/03/2021 voltar

Conheça 6 cuidados básicos que seu carro precisa para ampliar a vida útil

Confira as dicas de quem entende do assunto e comece hoje mesmo a cuidar do seu veículo.

Não é nenhuma novidade que um carro exige diversos cuidados básicos para que esteja sempre em perfeitas condições de uso, trafegabilidade e para que tenha uma vida útil prolongada, certo? E isso vale tanto se você usa o carro apenas para passeios ou trajetos curtos, quanto se utiliza diariamente para o trabalho ou ainda longas viagens.

É como dizem: “carro é como um filho”, e o filho você deve levar ao médico periodicamente, prestar atenção aos sinais diferentes que ele apresenta, preservar e cuidar com amor e carinho, agir de acordo com as orientações dos especialistas, entre diversas outras ações.

Mas e você sabe quais são os cuidados básicos que seu carro necessita para que esteja sempre em perfeito estado, também para evitar problemas mecânicos e, consequentemente, gastos na oficina?

Conheça 6 dicas para o seu veículo estar sempre em estado de novo.

  • Mantenha os pneus calibrados

Manter os pneus calibrados é uma prática simples e que pode evitar muita dor de cabeça a você, condutor. Além disso, pneus calibrados representam mais durabilidade e também economia de combustível, já que com o pneu cheio o carro fica mais leve e, assim, o contato dele com o solo é menor e também não exige tanto esforço para que as rodas possam girar.

A calibragem adequada pode variar de um modelo de veículo para outro. Assim como é diferente se você está com o carro com pouca carga ou quando está com carga máxima, por exemplo em viagens, que o porta-malas está cheio e possui 5 ocupantes no carro. Você pode consultar essa informação no seu manual do proprietário.

A dica extra é sempre manter o estepe calibrado, afinal, você nunca sabe quando vai precisar usá-lo. Por isso, é sempre bom tê-lo em condições apropriadas pra trafegar.



  • Preste atenção na sua forma de dirigir

A forma que você conduz seu veículo pode dizer muito sobre o estado mecânico dele, afinal, isso interfere diretamente no bom funcionamento do carro como um todo e a prudência e a direção defensiva são excelentes meios de mantê-lo em ótimo estado de conservação.

Outras dicas que valem ouro nesse momento é: evite dar o arranque de forma brusca; não deixe o pé no pedal da embreagem; não mantenha a mão apoiada no câmbio de marchas; troque de marcha na hora certa; freie lentamente e não desça morros com o carro em ponto morto. Estas práticas rotineiras podem prejudicar e muito diversos componentes mecânicos do seu carro.



  • Monitore o nível de água e óleo

Esta dica é extremamente importante, afinal, esses itens garantem o funcionamento pleno de um veículo e caso algum deles não esteja de acordo, os danos a diversos componentes podem ser calculados, sem contar os gastos que esse problema pode gerar.

Por isso, a cada 15 dias seria o período ideal para você verificar os níveis de óleo do motor (neste, recomenda-se que o carro esteja frio, ou seja, se tiver andado com ele, espere por no mínimo 15 minutos até ele esfriar e assim, o óleo poderá se aferido). Se estiver baixo, dirija-se até uma oficina e complete o nível ou faça a substituição. Confira também o nível de água (aditivo) do radiador, caso esteja abaixo do nível ideal, o recomendado seria completar com o aditivo e nunca com água, isso contribui para evitar o superaquecimento do seu carro.

  • Faça as revisões recomendadas pelo fabricante

Se você possui um veículo 0km, a fabricante recomenda que as revisões sejam feitas periodicamente, geralmente, a cada ano ou a cada 10 mil km, sempre o que ocorrer primeiro. Essa é uma forma de manter seu carro na garantia e também sempre o bom estado e funcionamento do veículo.

Entretanto, se você tem um carro seminovo, isso não quer dizer que não tenha que ter compromisso com as revisões também. Muito pelo contrário, a atenção deve ser ainda maior. Por isso, recomenda-se que você estipule um prazo para visitar uma oficina mecânica de sua confiança, seja de 6 em 6 meses ou a cada ano, essa revisão deve acontecer.

Essa é uma forma de reparar problemas já existentes e também de se antecipar diante de outros que podem surgir e prejudicar mais peças ou até mesmo o funcionamento do carro e ainda economizar com gastos inesperados.

  • Preste atenção na bateria

Evite deixar seu carro parado por muito tempo, isso pode prejudicar a vida útil de sua bateria e fazer com que você tenha problemas quando precisar utilizar o veículo. Por isso, cuide para não deixar nenhum componente elétrico do carro ligado, de forma desnecessária, como rádio, lâmpadas e faróis.

Outra dica é se você ocupa pouco seu carro, lembre-se de ligá-lo com certa frequência, 15 minutos com ele funcionando é o suficiente para que a bateria seja recarregada. Vale fazer uma revisão regularmente também se os cabos estão limpos, bem fixados aos polos da bateria e se as conexões não estão corroídas. Caso verifique algum desses problemas, leve até uma oficina de sua preferência.



  • Faça sempre geometria e balanceamento

Geometria e balanceamento são itens de revisão que são recomendados fazer no mínimo anualmente, para quem usa o carro apenas na cidade e não roda muito. Já para quem viaja bastante ou costuma enfrentar estradas em más condições de trafegabilidade, com buracos e desníveis, aconselha-se que este procedimento seja feito de forma mais regular.

Isso evita o desgaste excessivo e desigual dos pneus, problemas com a suspensão do veículo e outras partes do carro e garante uma direção mais precisa e segura.

Viu só como pequenos cuidados podem ser decisivos para que seu carro esteja sempre apto para trafegar e para que você possa dirigir em segurança? Agora que você já sabe como cuidar do seu veículo, coloque estas dicas em prática. Para acompanhar mais artigos como este, continue acessando o blog do Super Carros. Clique aqui.

quero receber notícias