30/09/2020 voltar

Como está o campeonato de F1 de 2020 até o momento?

O campeonato de F1 de 2020 está dando o que falar, muitas surpresas, grandes certezas, grandes recordes e muita velocidade. Veja um panorama de tudo isso!

A Fórmula 1 é capaz de encantar a todos e tirar longos suspiros de quem ama automobilismo, velocidade, supercarros e aquela disputa acirrada entre os pilotos. E, apesar de ter algumas mudanças nessa edição devido à pandemia do novo Coronavírus, o campeonato foi iniciado e, a cada GP, surge uma nova polêmica, um novo nome promissor da categoria, um novo recorde e um novo campeão.

Para você não ficar de fora de tudo que está acontecendo, fizemos uma seleção das principais informações dessa edição, de alguns fatos que já aconteceram e de um panorama do campeonato 2020, que conferir? Então, saiba tudo isso e mais um pouco a seguir:


Crédito da foto: Andrej Isakovic

As polêmicas

  • SF1000

Polêmicas não faltam na Fórmula 1. Uma que vem sendo muito criticada e falada é a respeito do SF1000, o carro da Ferrari que está disputando o campeonato mundial e que não vem conquistando bons resultados em um ano muito importante para a escuderia, que completa junto da F1, 70 anos de corrida e a marca de 1.000 GPs.

Já no primeiro momento após seu anúncio e apresentação, algumas mudanças foram notadas, como o tom mais escuro do vermelho da carroceria, a redução da largura em relação ao modelo anterior e o centro de gravidade foi abaixado através de elementos de redução de seu sistema de resfriamento.

Apesar disso, é notória a limitação do carro. Inclusive, estão previstas algumas mudanças na estrutura interna a fim de resolver essa situação, além de atualizações que devem ser feitas para o próximo ano. A falta de potência para o motor é um ponto que está causando um grande incômodo aos engenheiros e também para os aficionados por corridas.

Tudo isso acarreta na má fase da escuderia que está em 6° lugar na classificação dos Construtores, com 74 pontos, enquanto a Mercedes lidera com 366 pontos.


Photo by Dan Istitene - Formula 1

Black Lives Matter: os protestos marcam essa edição

  • Luta contra o racismo

Hamilton é o primeiro piloto negro da categoria e tem se envolvido mais do que nunca em campanhas antirracistas e pela igualdade racial e, com isso, fazendo com que a F1 também se manifeste contra o racismo.

A #BlackLivesMatter passou a ser uma bandeira levantada por pilotos da Fórmula 1, após os constantes ataques racistas que ocorreram nos Estados Unidos.

Lewis é um dos pilotos que luta fortemente por essa causa. Como prova desse engajamento na luta antirracista, pode-se destacar a mudança de seu carro e os macacões de corrida para a cor preta. Além disso, alterou seu capacete também que, inicialmente, teria as cores branca e roxo e passou a ter a cor preta com detalhes em roxo - sua cor preferida. Assim como o piloto participa de manifestações que pretendem extinguir atos racistas em todo o mundo.



Surpresas

  • Sebastian Vettel na Aston Martin em 2021

Sebastian Vettel perdeu seu lugar para Charles Leclerc na Ferrari na temporada de 2020, e seu futuro na competição, que parecia incerto, foi definido e anunciado ao lado da equipe Aston Martin, às vésperas do GP da Toscana, que aconteceu em 13 de setembro.



  • Volta por cima de Pierri Gasly

Pierre Gasly conquistou sua primeira vitória na F1 no GP da Itália, pela equipe AlphaTauri, em 6 de setembro - essa foi a primeira vitória da escuderia também. Essa conquista veio em boa hora, pois na temporada passada, o piloto foi rebaixado para o time B da Red Bull Racing, a Toro Rosso.

A vitória quebrou um jejum de 24 anos que um piloto francês não vencia uma corrida de F1, a última vez que isso aconteceu foi com Olivier Panis no GP de Mônaco de 1996. Além disso, reforça o bom momento do piloto que conquistou na edição passada o seu primeiro pódio na Fórmula 1, com o 2° lugar no GP do Brasil.



A vitória de Gasly pode não ter sido uma surpresa para um finlandês que acertou o resultado do pódio dessa corrida e apostou em um site de apostas, com isso, ganhou cerca de R$ 212 mil reais com o resultado.

Dias antes, o GP da Bélgica foi marcado por um triste reencontro: de Gasly, com a pista que causou a morte de seu grande amigo e companheiro de profissão um ano atrás. O piloto Anthoine Hubert morreu em uma corrida de F2 e Gasly teve uma grande perda com isso.

Apesar de ser seu rival nas pistas, Hebert foi fundamental para o crescimento de Gasly na F1, pois essa “rivalidade” contribuiu para o progresso do piloto francês, já que um incentivava o outro em busca de bons resultados.

Recordes quebrados

  • Rikkonen estabeleceu novo recorde de distância percorrida na F1

Em agosto de 2020, o piloto alemão superou Fernando Alonso, que era detentor desse recorde com a marca de 83. 846 km. Raikkonen (17° colocado) se consagrou como o piloto que percorreu a maior distância com um carro de F1, com 83.978 km, levando em consideração apenas as corridas.

Raikkonen que deve estar cumprindo suas últimas corridas como piloto, segundo rumores e comentários do próprio piloto ele deve estar encerrando sua carreira.



  • Hamilton pode igualar e superar marcas de Michael Schumacher

Se o piloto britânico, que tem seis títulos ao longo de sua carreira, vencer a temporada de 2020, estará igualando a quantidade de títulos do alemão Michael Schumacher que possui sete títulos mundiais. Além disso, precisa de apenas mais uma vitória para alcançar as 91 que é recorde de Schumacher em 19 anos de carreira na F1.

O número de pódios também foi batido por Hamilton nessa temporada. No GP da Espanha, registrou seu pódio número 156, deixando pra trás Michael Schumacher que tinha 155 presenças no pódio.

Outra marca importante que Hamilton pode alcançar, caso conquiste o campeonato de 2020, é o maior número de títulos por uma equipe. Pode conquistar seu sexto título correndo pela Mercedes, o recorde atual também é de Schumacher, que ganhou os campeonatos de 2000, 2001, 2002, 2003 e 2004 pela Ferrari.



Classificação Mundial 2020

1° Lewis Hamilton | Mercedes | 205 pontos | 6 vitórias

2° Valtteri Bottas| Mercedes | 161 pontos | 2 vitórias

3° Max Verstappen | RBR | 128 pontos | 1 vitória

4° Lando Norris | McLaren | 65 pontos | 0 vitória

5° Alexander Albon | RBR | 64 pontos | 0 vitória

6° Daniel Ricciardo |Renault | 63 pontos | 0 vitória

7° Charles Leclerc | Ferrari | 57 pontos | 0 vitória

8° Lance Stroll | Racing Point | 57 pontos | 0 vitória

9° Sergio Pérez | Racing Point | 56 pontos | 0 vitória

10° Pierre Gasly | AlphaTauri Honda | 45 pontos | 0 vitória

11° Carlos Sainz Jr. | McLaren | 41 pontos | 0 vitória

12° Esteban Ocon | Renault | 36 pontos | 0 vitória

13° Sebastian Vettel | Ferrari | 17 pontos | 0 vitória

14° Daniil Kvyat | AlphaTauri Honda | 14 pontos | 0 vitória

15° Nico Hulkenberg | Racing Point | 6 pontos | 0 vitória

16° Antonio Giovinazzi | Alfa Romeo | 2 pontos | 0 vitória

17° Kimi Raikkonen | Alfa Romeo | 2 pontos | 0 vitória

18° Kevin Magnussen | Haas | 1 ponto | 0 vitória

19° George Russell | Williams | 0 ponto | 0 vitória

20° Nicholas Latifi |Williams | 0 ponto | 0 vitória

21° Romain Grosjean | Haas | 0 ponto | 0 vitória

Confira quem foi o vencedor de cada etapa do Mundial de Fórmula 1 de 2020

1° etapa: GP da Áustria | Vencedor: Valtteri Bottas

2° etapa: GP da Estíria | Vencedor: Lewis Hamilton

3° etapa: GP da Hungria| Vencedor: Lewis Hamilton

4° etapa: GP da Inglaterra | Vencedor: Lewis Hamilton

5° etapa: GP dos 70 anos da Fórmula 1 no Circuito de Silverstone | Vencedor: Max Verstappen

6° etapa: GP da Espanha | Vencedor: Lewis Hamilton

7° etapa: GP da Bélgica | Vencedor: Lewis Hamilton

8° etapa: GP da Itália| Vencedor: Pierre Gasly

9° etapa: GP da Toscana | Vencedor: Lewis Hamilton

10° etapa: GP da Rússia| Vencedor: Valtteri Bottas

Próximas etapas:

11° etapa: GP do Eifel

12° etapa: GP de Portugal

13° etapa: GP da Emilia-Romagna

14° etapa: GP da Turquia

15° etapa: GP do Barein

16° etapa: GP de Sakhir

17° Etapa: GP de Abu Dhabi

Impossível falar de Fórmula 1 e não ter aquela vontade de pilotar uma máquina dessas, não é? Mas sabia que você pode ter a sensação de ser um piloto de F1 com o Super Carros? Isso mesmo! O Salão Super Carros conta com diversos simuladores de carros de Fórmula 1, com movimentos e estáticos, que permitem visualizar a performance de diversas máquinas em circuitos consagrados mundialmente. Clique aqui e adquira seu ingresso para viver essa experiência inesquecível.

 

quero receber notícias