24/10/2019 voltar

Dodge Challenger: quase 50 anos de pura evolução

50 anos sendo desejado por todo amante de velocidade não é para qualquer um. Conheça a linha do tempo do Dodge Challenger, que sempre está em evolução!

Desafiador. Não é só no nome que o Challenger leva essa característica imponente e marcante. Afinal, não é qualquer carro que tem uma história de tanta evolução e é reconhecido como supermáquina há quase 50 anos, chegando a 100 km/h em 5 segundos.

E se você é um apaixonado por carros, com certeza curte o Dodge Challenger e já sonhou em pilotar a máquina, certo? Pensando nisso, a gente preparou esse texto especialmente para você, apaixonado por carros e que curte entender toda a história por trás das máquinas, muito além dos cavalos de potência. Confira a linha do tempo que fala sobre as 3 gerações que marcaram essa supermáquina!

1970 – 1974: o começo

Durante esses anos foram produzidos cerca de 170 mil carros, marcando a geração como uma das mais lembradas entre os muscle cars. Na época o carro era sinônimo de potência e muito procurado pelos amantes de velocidade, principalmente no país de origem da Dodge: os Estados Unidos. Por essas características, também haviam as versões de corrida do carro, muito populares em autódromos até os dias de hoje.

As características únicas do design do carro e toda a história e significado do Dodge Challenger fazem com que hoje a máquina seja vista como sinônimo de clássico, sendo procurada por vários amantes de velocidade que colecionam muscle cars.

Dodge Challenger 1970

1978 – 1983: a versão menos famosa

Em 1974 foi encerrada a produção do Challenger, com a máquina sendo revivida 4 anos depois. Nessa oportunidade, o Dodge Challenger foi uma versão mais esportiva e ocidentalizada do Mitsubishi Lambada, revendida pela Dodge em vários mercados por todo o mundo.

O carro mantinha algumas características do modelo clássico, dando sequência à evolução da máquina em sua linha do tempo, mas se diferenciava muito no tamanho do motor e no design. Por esse motivo, a versão foi transformada em uma menos famosa. Nos anos seguintes, dois carros tomaram o lugar do Challenger: o Daytona e o Conquest.

2008 até o presente: o renascimento da máquina

A Dodge nunca deixou de produzir ótimos carros e desejados por todos, mas o Challenger marcou época e continuava no imaginário dos fãs. Por isso, ainda em 2005, vazou o que seria um protótipo de uma nova versão do carro, levando os entusiastas à empolgação. Entretanto, foi apenas em 2008 que o projeto saiu do papel e tomou forma, revivendo o Dodge Challenger com várias das características que marcaram o modelo clássico, como a robustez e a potência.

Concorrente de outras máquinas, como Camaro e Mustang, o Challenger se destaca por manter a cara de muscle car mesmo na atualidade, e por esse e outros motivos é o sonho de consumo de qualquer um que seja apaixonado por supermáquinas.

Dodge Challanger

Com essa linha do tempo, ficou mais fácil pra você entender um pouco mais sobre a evolução do Dodge Challenger, não é? E a gente aposta que agora deu ainda mais vontade de pilotar essa supermáquina. Que tal realizar esse sonho? Com o Super Carros você consegue! Clicando aqui você confere esses e outros superesportivos disponíveis para drive em nosso salão. Acelere!

quero receber notícias