28/06/2021 voltar

IPVA e Fipe: sabe o que são estes termos e como são calculados?

Saiba mais sobre o IPVA e a tabela Fipe

Na vida e na rotina de um proprietário de um veículo, sempre vão ter aqueles termos que você ouve falar, mas muitas vezes não sabe bem do que se tratam, quais são suas funções de forma prática e como eles interferem em seu cotidiano.

Por isso, o artigo de hoje vai abordar duas siglas bem conhecidas de todo motorista, explicar como cada uma funciona e como são calculadas. Saiba mais sobre o IPVA e a tabela Fipe:

IPVA

IPVA ou Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, é um tributo obrigatório no Brasil, o qual todos os responsáveis por veículos terrestres devem pagar anualmente. O IPVA foi instituído em 1986 e substituiu a antiga Taxa Rodoviária Única (TRU), a qual tinha relação com os gastos do sistema de transportes.

Ao todo, 40% do valor do IPVA fica com o estado onde o carro possui registro, 40% é destinado ao município de registro do automóvel, e, por fim, os 20% que restam é destinado ao Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica).

Como é realizado o cálculo do valor do IPVA

Para determinar o valor do IPVA é utilizado como base o valor do carro, de acordo com a tabela Fipe, que será apresentada ao longo deste artigo. Esse valor é multiplicado pela alíquota, que pode ter uma variação conforme cada estado.

Existem algumas particularidades que isentam o pagamento do IPVA, mas elas podem variar de acordo com cada estado. De maneira geral, pode-se destacar a isenção para carros com mais de 20 anos de fabricação, entretanto, o estado de Alagoas isenta os carros com mais de 15 anos.

Outra especificidade que isenta o pagamento é quando o carro se enquadra na condição de PcD (Pessoa com Deficiência física), assim como micro-ônibus e ônibus urbanos, taxistas, veículos oficiais e de entidades sem fins lucrativos.

Tabela Fipe

A tabela Fipe foi criada em 1973, pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, e é um serviço reconhecido e utilizado em todo o Brasil, que serve como base para que o mercado possa estabelecer transações de veículos com segurança, de acordo com um valor central pré-fixado e atualizado mensalmente.

Lembrando que os preços, de fato, podem variar conforme a região, estado de conservação do veículo, cor, acessórios, entre diversos outros itens que podem influenciar as condições de oferta e procura de determinado veículo.

O serviço pode ser acessado por qualquer pessoa física e/ou jurídica, basta clicar aqui: https://veiculos.fipe.org.br/

O estudo realizado pela tabela Fipe precifica veículos lançados a partir de 1985 (com exceções de alguns modelos). Carros com tributos diferenciados, como aqueles adquiridos por motoristas profissionais ou feitos para PcDs, não entram nesse estudo.

Como é feito o cálculo da tabela Fipe

Inicialmente, os responsáveis por esta função no instituto fazem uma coleta de preços dos veículos em todo o Brasil, depois, observa-se quais estão com valores muito elevados ou muito baixos, considerando as condições de conservação do automóvel e adição de itens opcionais, para serem descartados.

Na sequência, é avaliada a economia local de cada região, o uso dos veículos, entre outros fatores. Ao final, o cálculo é mensurado pela média por modelo, segmentado por fabricante, ano e combustível. A partir disso, define-se o valor da Fipe de cada automóvel.

Fique atualizado em nosso blog

Assuntos como este, de informação, curiosidades, novidades e tudo sobre o mundo automotivo, você acompanha aqui, no blog do Super Carros.

Para continuar de olho, não deixe de acompanhar o blog e, assim, se manter atualizado!

quero receber notícias